InfoCovid 001/2020

Caros clientes,

Atendendo à atual situação de pandemia provocada pela expansão global do COVID 19 a Securilabor irá reforçar os seus serviços de informação aos clientes, para garantir a partilha de informação fidedigna essencial para controlar o surto atual.

Neste momento Portugal encontra-se numa situação de contenção, tal como definido pela Direção Geral de Saúde (DGS), não se registando até ao momento a confirmação de uma disseminação comunitária do vírus no nosso país.

No entanto, e por recomendação da DGS devem ser tomadas medidas mais alargadas do que as previstas para os casos de contenção.

Com base na informação atualmente disponível recomendamos as seguintes medidas aos nossos clientes:

  • Teste das redes informáticas e dos dispositivos individuais de todos os trabalhadores que irão passar a laborar em teletrabalho numa fase de mitigação;
  • Teste da capacidade interna para lidar com uma situação de contaminação comunitária (verificação da disponibilidade de EPI e material de higiene) e medidas a adotar no caso de taxas de absentismo elevadas.

Recomendamos ainda o reforço da informação aos colaboradores. Nos últimos dias têm sido registados casos de notícias falsas, comportamentos sociais claramente inadequados e um despropositado açambarcamento de bens de primeira necessidade. O pânico pode causar disrupções em cadeias de abastecimento que de outra forma se manteriam a funcionar perfeitamente. Cabe a cada um de nós ter uma participação ativa na contenção da epidemia pelo que preparamos uma nova informação aos trabalhadores que anexámos a este boletim informativo.

Por último, consideramos que devemos manter a total confiança nas Autoridades de Saúde Portuguesas, o que implica seguir as recomendações técnicas discutidas pelo Conselho Nacional de Saúde Pública. Um exemplo disso, é a pressão social para o encerramento generalizado dos estabelecimentos de ensino, medida essa que vai contra os critérios técnicos e não respeita neste momento qualquer critério de proporcionalidade.

Reforçamos que evitar decisões precipitadas e continuar a seguir as medidas definidas no v/Plano de Contingência é a melhor forma de evitar a propagação do vírus e disrupções económicas que nos prejudicam a todos.

A Direção Técnica